COMO ADMINISTRAR DICAS PARA APLICAR FACILMENTE UM COLÍRIO

Os seus olhos também são sensíveis ao toque, independentemente do que entra em contacto com eles. Consequentemente, a suscetibilidade faz com que muitas pessoas não tenham o devido cuidado com os seus olhos. O uso de colírios enquadra-se na perfeição nesta categoria porque muitas pessoas consideram a sua aplicação difícil. O objetivo deste artigo é explicar os vários benefícios dos colírios, enquanto oferece conselhos para os aplicar de forma fácil e segura.


Como os colírios podem ajudar os seus olhos
Os colírios podem ser usados para ajudar em diversas formas de desconforto, com níveis de gravidade variáveis. Isto inclui infeções e irritabilidade, causadas pela secura ou agentes externos.
Existem colírios para aliviar os sintomas de uma condição ocular comum designada por conjuntivite[1], que causa vermelhidão e inflamação, no interior da camada de tecido que protege o olho. Isto é muitas vezes o resultado de uma infeção viral ou bacteriana ou quando o olho entra em contacto com substâncias irritativas, como o cloro ou o champô.
Também estão disponíveis colírios para a secura ocular. Esta condição (Olhos Secos) é caracterizada por sintomas de irritação ocular como resultado da redução na produção de lágrimas ou de uma maior evaporação lacrimal. As causas podem variar desde estar num clima quente ou simplesmente não pestanejar o suficiente. Os colírios podem ajudar a aliviar os sintomas de secura.
Ceratite é o termo utilizado para designar uma infeção da córnea, que é a camada transparente frontal do olho, que protege a pupila. As causas podem ser bacterianas ou virais, mas podem também ser uma complicação pelo uso de lentes de contacto. Colírios antibacterianos podem ser usados para tratar infeções menores, enquanto que nos casos mais graves pode ser necessário um tratamento com colírios de esteróides.



Os diferentes tipos de colírios

  • Colírios hidratantes também conhecidos por lágrimas artificiais, proporcionam alívio para a secura ocular;
  • Os alérgenos podem causar sintomas como irritabilidade, vermelhidão e inchaço nos olhos. Existe vários colírios que podem ajudar a aliviar os efeitos dos alérgenos;
  • Colírios descongestionantes são uma solução eficaz para a vermelhidão, pois ajudam a diminuir os vasos sanguíneos, dentro da parte branca do olho conhecida como esclera, tornando-os menos visíveis;
  • Colírios antibióticos podem ser necessários no tratamento de algumas infeções bacterianas.

Como aplicar um colírio
A aplicação de um colírio pode ser desmotivante para algumas pessoas. Estas não gostam da ideia de um agente a tocar na superfície do seu olho.

  • Correta e facilmente

Se está a utilizar o colírio correto como aconselhado, tranquilize-se que está a ajudar os seus olhos, em vez de os magoar.

Em primeiro lugar, é necessário inclinar a cabeça para trás para garantir que as gotas permanecem no olho, durante a aplicação. De seguida, deve puxar a pálpebra inferior para baixo, para aumentar a superfície onde a gota irá cair. É importante que segure o frasco a uma distância razoável do olho e das pestanas, pois o contacto com estas pode fazer com que pestaneje involuntariamente.

Após a aplicação deve fechar o olho, sem fazer demasiada pressão. Em seguida, mantenha-o fechado durante um momento, pestanejando algumas vezes para espalhar o líquido pelo seu olho. Leia sempre o folheto informativo incluído na embalagem, antes de usar.

  • Higiene

Certifique-se sempre que lava bem as mãos antes de aplicar um colírio. Como os seus dedos irão estar em contacto com as suas pálpebras, não quererá correr o risco de contrair uma infeção. Também é muito importante que a ponta do aplicador não entre em contacto com o seu olho, pois pode danificar a córnea. Por isso, leve o tempo que precisar. Ponha-se confortável - sente-se se preferir. Caso, haja algum líquido em excesso à volta do olho, após a aplicação do colírio, limpe-o com um lenço.
Poderá sempre pedir ajuda a alguém ou que o apliquem por si. O importante é que seja aplicado corretamente e com a frequência necessária.
Para saber mais sobre os colírios Optrex ou conhecer as várias soluções oculares de Optrex, clique aqui. Lembre-se de ler sempre o folheto informativo.

[1] www.webmd.com/eye-health/eyedrops-an-ocean-of-uses

Outras fontes consultadas

www.webmd.boots.com/eye-health/guide/eye-drops

www.allaboutvision.com/buysmart/eye-drops.htm

www.nhs.uk/conditions/Conjunctivitis-infective/Pages/Introduction.aspx

www.safemedication.com/safemed/MedicationTipsTools/HowtoAdminister/HowtoUseEyeDropsProperly

DESCUBRA MAIS